A Cura Universal

Não. Não é mais uma teoria da conspiração. É só uma constatação. Sinceramente, eu acho que, em certas áreas, o ser humano está eternamente condenado a não evoluir. Ou, pelo menos, a evoluir até um certo, digamos, teto.

Pensa bem aqui comigo. Se descobrissem, por exemplo, a cura para todas as doenças, onde é que a gente ia enfiar esse monte de médico, enfermeiro, hospitais, e isso pra não falar de toda a indústria farmacêutica? Pois não ia ter mais lugar para eles no mundo, essa é que é a verdade. Então, tudo bem enquanto os cientistas vão inventando remédios para as doenças. É bom para todo mundo, oras. É bom para o médico, que pode continuar mantendo sua áurea de semideus, com o poder da vida e da morte em suas mãos. É bom para a indústria farmacêutica, que continuará ganhando rios de dinheiro à custa de nosso eterno medo da morte. É bom para os enfermeiros, que assim preservam seu emprego.

Agora, imagina só se, um dia, um cientista meio amalucado descobrisse o remédio universal. Ou seja, um remédio que curaria todas as doenças conhecidas e ainda as que ainda se está por conhecer. E que, além disso, o tal remédio tivesse o poder de rejuvenescer o paciente até o auge de seu esplendor físico e psíquico. E, o melhor de tudo: seria um remedinho barato, uma espécie de comprimido feito à base de alguma substância bastante comum e acessível, como a água, o ar, ou, porque não, o arroz, o feijão ou coisa que o valha. Uma fórmula simples, que qualquer tia acostumada a fazer receitas de bolo conseguisse produzir ali, no fundo do quintal. Se acontecesse uma coisa dessas, diz aí para mim. O que seria da chamada “indústria da saúde”?

Mas o pior é que, se a gente for pesquisar um pouco mais a fundo, vai descobrir que 99% dos cientistas da face da Terra que pesquisam novos medicamentos trabalham diretamente ou em hospitais, ou em indústrias farmacêuticas. Ou então para os Ministérios da Saúde (os quais, aliás, também deixariam de existir com a invenção de nosso hipotético remedinho).

Quer dizer, se você está esperando que, um dia, alguém vai descobrir o segredo da imortalidade, pode ir tirando o cavalinho da chuva. Se você pensar bem, talvez até já tenham descoberto. Mas isso, meu chapa, você nunca vai ficar sabendo. (uhahahahahahahahha)

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: