Que tal montar uma fábrica de fraldas geriátricas?

O Brasil está se tornando um enorme asilo de velhinhos. Eu me lembro de quando nos orgulhávamos de ser um país jovem. Não faz muito tempo, o Brasil era um país cuja população concentrava-se na faixa etária entre zero e 14 anos, uma das menores do mundo.

Hoje, não é mais nada disso. Para você ver uma coisa, no ano de 2050 a gente vai ter nada mais, nada menos, que 58 milhões de cidadãos acima dos 60 anos. Desses, pelo menos 10 milhões terão 80 anos ou mais, e cerca de 55 mil serão CENTENÁRIOS.

Hoje em dia, pode se notar muito desse negócio de envelhecimento da população com os jogadores de futebol. Os nossos craques estão todos voltando. Voltaram os dois Ronaldos, o Roberto Carlos, o Adriano, o Luis Fabiano, o Rivaldo. Acontece que eles voltaram mais em busca de geriatras do que qualquer outra coisa. Voltaram todos eles apresentando torções, deslocamentos, músculos cansados, aventuras sexuais com adolescentes. Tudo problema da meia-idade. O Ronaldão, então, até arrumou um jeito de se aposentar, veja você.

Ou então com os shows do Paul McCartney que, quando era jovem, nunca pôs o pé por aqui e agora, que já passou dos 70 anos, virou carne de vaca e, todo ano, dá um show atrás do outro para um bando de velhinhos, todos fazendo pose de roqueiro e gritando “Help!” com os olhos marejados de saudade. E de catarata.

Do jeito que vão indo as coisas, não vai demorar muito para as crianças pararem de nascer de vez. É, porque, se você pensar bem, esse problema é uma espécie de bola de neve. A população envelhece e passa a ter menos filhos porque faz menos sexo. As poucas crianças que nascerem vão demorar mais para casar, porque vai ser mais difícil achar alguém da sua idade para procriar. Demorando mais, vão ficar mais velhos. Ficando mais velhos, terão menos filhos ainda. E assim vai até chegar uma hora que não vai mais nascer ninguém.

O que, se você pensar bem, não é nem tão mal assim.

Pelo menos, para o restante do planeta.

There are no comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: