Salvar a humanidade pra quê?

Sempre quando vou a um médico, eu me lembro de um filme que assisti uma vez. Eu não consigo me lembrar que filme era, mas eu lembro que era um daqueles filmes catástrofe, que o mundo estava em vias de acabar por causa de um meteoro enorme que ia cair no oceano, causando tsunamis e terremotos devastadores, e que a NASA ia mandar uma equipe de astronautas para tentar desviar o meteoro da Terra. Só que aí, antes de partir, um dos astronautas escalados pediu uma noite de folga a seus superiores. E caiu na farra. Ele bebeu, fumou, jogou, transou com não sei quantas mulheres. No dia seguinte, estava acabado. Ao encontrá-lo naquele estado, o chefe dele deu a maior dura, dizendo que ele era um irresponsável, que ele havia recebido a maior missão que um homem já teve na história da humanidade, que era a de salvar a própria humanidade da extinção, que isso não era coisa que se fizesse.

Aí o astronauta respondeu, olhando para o horizonte, pensativo:

– Bom, chefe, se não é para fazer essas coisas, pra quê que a gente vai salvar a humanidade?

É a mesma coisa com o médico. A gente vai no médico, e a primeira coisa que ele faz é perguntar se a gente fuma, mesmo se o problema for apenas a droga de unha encravada. Se fuma, tem que parar. Depois, é beber. Não adianta falar que você só bebe à tardinha, antes do jantar, para dar uma relaxada. Nem dizer que só toma uns aperitivos socialmente. Nem ao menos que você só bebe uma cervejinha nos churrascos de final de semana. Se bebe, tem que parar. Frituras? Esquece. Picanha? Só bem passada e sem gordura. Pizza então, nem pensar.  Toda aquela mussarela derretida, os pedacinhos de bacon. Um veneno. Agora, na última vez que eu fui no médico, a coisa passou dos limites. Ele me disse que, do jeito que a coisa está, além disso tudo que eu já falei, eu não podia beber nem leite. Leite, veja você. O alimento que nos diferencia dos peixes, das aves, dos insetos, das pedras e dos repteis. Leite: a primeira e principal alimentação de nossas criancinhas.

– Gordura pura. Nem leite nem derivados – disse o médico, de trás de seus óculos de leitura, olhando a pobre da minha radiografia que mostrava graves anomalias hepáticas e inflamações variadas nas vias biliares. Deu vontade de responder com as mesmas palavras do filme.

– Bom, chefe, se não é para fazer essas coisas, pra quê que a gente vai salvar a humanidade?

Mas ele não ia entender nada.

Anúncios

Uma resposta

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Angel and Votulandia, artur de carvalho. artur de carvalho said: Salvar a humanidade pra quê? http://wp.me/pFzuX-87 […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: