Até sorvete tá morno

Eu acho que devia ter uma lei que, quando a temperatura ultrapassasse os trinta e oito graus, todo mundo devia parar de trabalhar e se encaminhar imediatamente para uma piscina, um lago ou um rio, dar uma descansada até que esse inferno passasse. Pois não é isso que acontece quando tiram a temperatura da gente durante uma gripe? Eu me lembro que a gente ficava reclamando para a minha avó que estava gripado, ou resfriado, e ela ia num armário dela lá e tirava o termômetro de uma caixinha. O termômetro, naquele tempo, era daquele que tinha mercúrio mesmo, sabe? E que a gente tinha que chacoalhar até o líquido baixar um pouco. E também não tinha nada desse negócio de hoje em dia, que a gente coloca o termômetro debaixo do braço da criança e ele apita. Não. A gente tinha de ir pela experiência de nossa avó.

– Já pode tirar, vó?

– Ainda não.

– E agora?

– Espera mais um pouco.

– Agora pode?

– Mais um pouquinho só.

– E agora.

– Pode. Mas toma cuidado para não derrubar.

E aí a gente entregava o termômetro para ela e ela colocava os óculos de leitura e ficava olhando aqueles risquinhos, que poderiam significar leite quente, cama e uma canja antes de dormir, ou continuar a brincar de barro com os primos no quintal. E eu me lembro muito bem de que, quando o termômetro estava aí, nos seus trinta e sete, trinta e sete e meio, minha vó dizia que não era nada, dava um tapinha na bunda da gente e mandava a gente voltar para o quintal. Mas quando dava uns trinta e oito, trinta e oito e meio, ela já fazia uma careta e dizia pra tomar um banho e colocar pijama.

Então, se quando o nosso corpo atinge trinta e oito graus de temperatura, queria dizer que precisávamos dar uma descansada, quando o Mundo também chega nessa temperatura, devia acontecer o mesmo, não devia? Quer dizer, com esse calor que está fazendo esses dias, a gente se sente como se estivesse com febre. O corpo doído. Não conseguimos dormir. Dor de cabeça. Desânimo.

Quando a temperatura passa dos quarenta, então, nem ar-condicionado aguenta, e acaba pifando de tanto ficar ligado. Porque não tem quem aguente trabalhar com uma temperatura dessas. Quarenta graus não é mais temperatura ambiente. É temperatura de forno. Sabe aquelas receitas? Assar o bolo em forno médio a 40 ou 45 graus?

Pois então. Tá igualzinho.

There are no comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: