Cadê meu Mini-Chiclete que tava aqui?

Com essa mania que esse povo tem agora, de estar sempre correndo atrás de novidades, de lançamentos e coisa e tal, o ser humano não se conforma mais nem com a própria perfeição.

Não adianta a gente descobrir ou evoluir até uma coisa absolutamente perfeita, que não precisa mais de reajustes: alguém sempre dá um jeito de tentar dar uma ajeitadinha nela, para que ela possa estar conectada com os novos tempos, com a nova geração que vem aí, ou coisa que o valha. E acaba estragando tudo.

Para não ficar falando de tecnologia, que é onde esse negócio todo mais ocorre, vou me manter num patamar bem abaixo: no patamar dos doces. Bem, outro dia desses, me deu vontade de mascar uns Mini-Chicletes. Lembra dos Mini-Chicletes? Eram uns chicletezinhos bem pequenininhos, que vinham dentro de um saquinho com o desenho de um menino, cuja boca era transparente e, através dela, a gente via lá, os Mini-Chicletes coloridos. Acho que era a Adams que fabricava. Eu adorava os Mini-Chicletes. Todos eles, independente da cor, eram sabor tutti-frutti e, quando o gosto dele estava passando, a gente colocava mais um ou dois na boca e o gosto voltava. Era uma espécie de chiclete com gosto eterno. Pois bem, eu rodei a cidade, de ponta a ponta, atrás de um saquinho de Mini-Chiclete e ninguém tinha. Um ou outro comerciante sequer tinha ouvido falar em tal coisa.

Encafifado, quando eu cheguei em casa, fui procurar na internet, e descobri que o Mini-Chiclete tinha saído de linha. Que a fábrica achava que aquilo era uma coisa muito antiga, e que a molecada de hoje preferia sabores mais modernos, e que o tutti-frutti é um sabor ultrapassado, que ninguém mais gosta. Eu li aquilo e fiquei pensando de onde diabos esse cara tirou uma idéia tão idiota.

Tutti-frutti é um… um clássico! Todo mundo gosta de tutti-frutti! É uma espécie de sabor universal. Os espertalhões do marketing das empresas, no entanto, acham que não. Que o pessoal tem que gostar de outras coisas, e acabam lançando esquisitices como um chiclete de melancia. Agora, me responda, com toda a franqueza: que tipo de criança, afinal, prefere mascar um chiclete de melancia no lugar de um de tutti-frutti? Será que esses caras não conhecem uma criança, meu deus do céu?

Só me faltava essa, mesmo. Outro dia desses, já pararam de fabricar o Ovomaltine Clássico e passaram a vender só o Ovomaltine de Chocolate, porque eles acham que vende mais. Agora, tem uns idiotas querendo acabar com o chiclete sabor tutti-frutti.

Mas será que esse povo não tem mais o que fazer, não, ô?

Uma resposta

  1. Eu tomava Ovomaltine quando era moleque, todo santo dia. Voltei a tomar quando veio um envelope de brinde numa edição do Folhateen, na Folha de S. Paulo, imagine só. Tive uma disenteria inesquecível. Depois disso, me converti ao Nescau.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: