Quem organiza os organizadores?

Imagino que, por aqui, quase todo mundo já passou por um vestibular ou coisa que o valha. Uma prova de Física ou Química no colegial serve. Pois bem. Vocês, como eu, devem se lembrar de que, naquela idade, a gente achava que o mundo podia acabar se a gente fosse mal na tal prova. Tínhamos a impressão de que todo o nosso futuro dependia única e exclusivamente daquele momento e que, se a coisa não corresse a contento, não haveria mais alternativas para a nossa atormentada vida além de pedir esmolas nas praças, implorar por um prato de comida na porta dos fundos dos restaurantes ou, talvez, em casos mais extremos, até mesmo o suicídio.

Pois são essas crianças que fazem o ENEN. Pela primeira vez em suas (curtas) existências, elas estão se defrontando com uma possibilidade real de modificar totalmente suas vidas dali para a frente. Várias coisas que antes não passavam de um sonho distante, de uma hora para outra podem se tornar reais: morar fora de casa, estudar numa grande universidade, transformarem-se em cientistas famosos. E tudo isso está ali, à mão. É só se sair bem naquele diabo de prova. O tal do ENEN.

Agora tente se colocar no lugar desse aluno. Você começa a fazer o exame. Por mais bem preparado que você esteja, os seus hormônios, que já não andam lá muito estáveis, entram em colapso. Você começa a suar. Vontade de ir no banheiro. E aí, entra o Fiscal da Prova e diz para parar tudo. Que o cabeçalho das provas está errado. Que quando você for passar as suas respostas para o cartão oficial, deve marcar a resposta 1 no lugar da 46, a 2 na 47 e assim por diante. Uns alunos começam a reclamar que já tinham marcado, e agora, o que eles faziam? Passam-se alguns momentos e entra um outro fiscal, com um monte de caixinhas de… um corretor líquido!

– Isso é para quem já tinha preenchido alguma coisa. É só passar essa tinta branca em cima da sua resposta, e começar a marcar de novo.

– Como é o lance mesmo? A resposta 1 a gente marca na 46?

– É, mas só nas provas amarelas.

– Ei, e o que eu faço com a minha? Aqui tem duas perguntas iguais!

Há um começo de tumulto. Todo mundo começa a folhear as suas provas.

– Olha, a minha também!

Mais tumulto. Uma menina no fundo da classe diz que não está passando bem e desmaia. O fiscal grita por socorro.

Você vomita em cima da prova.

4 Respostas

  1. Quem passou pelo Enem acabou não passando muito bem.

  2. […] This post was mentioned on Twitter by Nogaroto, artur de carvalho. artur de carvalho said: Quem organiza os organizadores?: http://wp.me/pFzuX-6z […]

  3. para falar a verdade, eu mesmo não ando lá essas coisas….

  4. Cartunistas andam estranhos mesmo. Você raspou a cabeça, outro virou crossdresser… cada uma.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: