Um bando de boi manso

O ser humano escolheu uns bichos para comer. Os bois. Os porcos. As galinhas. E, vá lá, uns peixes de vez em quando, pra dar uma calibrada de ômega 3. Tudo bem. Cada um come o que quiser.

Mas eu fico pensando o que é que fez o homem escolher exatamente esses bichos para se alimentar. Porque de bicho, esse mundo está cheio. Dava para escolher um monte. Veja os elefantes, por exemplo. Tem carne pra dedéu. Muito mais carne que um boi ou que um porco. E porque diabos o homem nunca se alimentou dos elefantes? Bem, é claro que já deve ter existido por aí uns sujeitos que comeram a carne de um ou outro elefante. Umas tribos africanas, sei lá. Mas eu estou dizendo assim, em escala industrial, como acontece com os bois, os porcos, as galinhas e os peixes.

E tem também os gatos. Eu nunca tomei conhecimento de nenhuma civilização que mantivesse os gatos em cativeiro, engordando os bichos com ração e esteróides, até que eles estivessem no tamanho apropriado para o abate. Muito pelo contrário. No lugar onde existiam muitos gatos, eles eram idolatrados como deuses, como é o caso do antigo Egito e outras civilizações menos conhecidas.

Até que, outro dia desses, me veio o estalo. Mas é claro. O homem resolveu se alimentar de bois, galinhas, porcos e peixes porque eles são… bobos! É, isso mesmo. Bobos. É só você reparar. Os porcos, apesar de alguns chegarem a pesar mais de duzentos quilos, ficam ali, esparramados no chiqueiro. Você pode até andar entre seus filhotes, que eles não estão nem aí. Só querem comer e dormir, e que se dane se o seu futuro é uma feijoada. E os peixes? Olha bem para a cara de um peixe. Se tem um bicho que tem cara de bobo, é o peixe. Aqueles olhos arregalados, aquela boquinha abrindo e fechando. Um perfeito boçal. Sobre as galinhas então, nem se fale. Uma vez, na televisão, eu vi o Gugu Liberato hipnotizar uma galinha. Agora, se uma galinha se deixa ser hipnotizada até pelo Gugu, não precisa falar mais nada, né?

Ah, e tem o boi. Desses todos aí, o boi é, provavelmente, o que tem maior poder de revidar. Ele é grande, forte. Tem chifres. No entanto, é uma besta quadrada. Tão besta que, apesar de toda sua força, ele entra numa fila, mansamente. Para ser esfolado pelos seus donos.

O que me faz lembrar que amanhã vamos todos ter de votar. E entrar numa fila.

Mansamente.

There are no comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: