A Sensacional Mulher Palhaça*

– Eu quero ser Palhaça.

– Aahahahahahahha…

– Essa menina não tem jeito mesmo…

– Acho que você não entendeu, querida, a titia está perguntando o que você vai fazer na faculdade. O seu irmão está fazendo Arquitetura. E você?

– Eu não vou fazer faculdade. Eu vou ser Palhaça.

– Aahahahahahahha…

– Pára de rir, Matilde.

– Mas, querida… Você precisa ter uma profissão!

– Palhaça é uma profissão, não é?

– Palhaça? Eu nunca ouvi falar.

– Se não existe, eu vou inventar. Tem tanta profissão sendo inventada hoje em dia. Programador de Sistemas. Webdesigner. A senhora sabe o que é um Webdesigner, mamãe?

– Aahahahahahahha…

– Matilde, faça o favor… Webdesigner não tem a ver com internet?

– Hoje em dia tudo tem a ver com internet, mamãe.

– Aahahahahahahha…

– Olha. Se você está tentando me irritar, conseguiu.

– Tá bom, eu paro de rir.

– Eu não estou falando com você, Matilde. Eu estou falando com a minha filha.

– Eu não estou querendo irritar ninguém. Muito pelo contrário. Eu quero ser Palhaça, eu quero fazer as pessoas rirem.

– Ninguém ri de uma Palhaça.

– Como não ri? A tia Matilde não pára de rir.

– Aahahahahahahha…

– Matilde!

– Mamãe. Não adianta brigar. Eu já estou resolvida. Vou ser Palhaça e pronto.

– Pronto nada, que eu vou chamar já o seu pai.

– Chama. O que é que ele pode fazer?

– Filhinha. Põe um pouco de juízo na sua cabeça. Onde já se viu? Uma mulher Palhaça?

– E homem Palhaço pode?

– Já é mais normal.

– Porque é normal?

– É normal porque… porque… Porque é normal, oras.

– Então tá bom. Zézinho!

– O que é que seu irmão tem a ver com essa história?

– Zézinho!

– Que foi?

– Pronto. Pode falar.

– O que é que você tem pra falar, Zézinho?

– Sabe o que é mãe… Eu vou largar a faculdade de Arquitetura.

– Largar a faculdade?

– É. E vou entrar para o circo para ser Palhaço.

– Mas será possível que todo mundo nessa família resolveu ser Palhaço, deus do céu!

– Não mãe. Só eu. A maninha só estava preparando o terreno.

– Estava. Agora eu já estou achando uma boa idéia.

– Aahahahahahahha…

– Quer fazer o favor de calar a boca, Matilde!

* Nota do autor: essa crônica já foi publicada há uns dez anos. Saiu, inclusive, no meu livro “PAH”. Republico-a agora porque, tal qual aquele polvo alemão, dei uma de vidente. Dia 31 de julho de 2010, sábado, às 17h, minha filha sobe ao palco do novo  “Centro de Convenções Jornalista Nelson Camargo”, em Votuporanga, para apresentar o espetáculo teatral “Cabaré de Palhaços”, no qual ela é… uma PALHAÇA! Estão todos convidados a comparecer. A entrada é franca.

Uma resposta

  1. Artur, o profeta!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: