Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos?

Sei lá. Eu acho que eu tenho algum problema. Segundo todos os maiores filósofos, cientistas, religiosos e até o sapateiro ali da esquina, as grandes dúvidas da humanidade se resumem a essas aí, do título e, quando respondidas, farão da vida do ser humano uma espécie de paraíso sobre a Terra. Pois, para ser sincero, eu acho que são umas perguntas bem idiotas. Acho até que são meio simplórias. Para tentar me explicar melhor, vamos começar pela primeira pergunta. Quem somos?

Oras bolas. Nós somos nós, ué. Não sei o que é que esse pessoal fica arrumando tanta complicação nessa história. Se você não sabe nem quem é, ou está com amnésia ou tem sérios problemas mentais. No caso, tomar uns remédios ou algumas sessões com um bom psicanalista devem resolver ou, pelo menos, atenuar o seu problema. E se não resolver também, que se dane. Se você nem sabe quem é, não deve nem saber ler, e se conseguiu aprender a ler, não deve estar entendendo bulhufas do que eu estou falando, e muito menos está preocupado com esse papo-furado de filósofo.

Então, vamos para a segunda questão. De onde viemos?

Olha. Eu sinto muito mas, se com a idade que você está, você ainda não sabe de onde veio, a coisa está realmente meio complicada. Mas eu vou tentar explicar aqui, o mais delicadamente possível, para não chocar a sua natureza inocente. Para começar, a sua mãe e o seu pai não são virgens. Não, não me olhe com essa cara de espanto. Pelo menos uma vez na vida, com toda a certeza do mundo (no caso de você não ser um filho adotivo, evidentemente), seu pai e sua mãe transaram. Isso mesmo, rapaz. Fizeram SEXO. E aí sua mãe engravidou, ficou barriguda e, respondendo à pergunta inicial, foi daí mesmo que você veio. Direto da barriga da sua mãe para o mundo, passando antes por lugares que você nem imagina, mas eu também não vou entrar aqui nesses detalhes técnicos para não deixá-lo ainda mais chocado do que já deve estar.

E agora, para terminar, vamos logo para a terceira e última pergunta que tanto vem atormentando nossa espécie. Para onde vamos?

Olha, se você, caro leitor, for uma morena de olhos verdes, com aí seus vinte e seis, vinte sete anos, nós podemos combinar um cineminha e um jantar para mais tarde. Se não for, eu, particularmente, pretendo ir para a cama e dormir um pouco, que a noite já se faz tarde.

5 Respostas

  1. pois é querido arthur.
    tempos malucos onde as pessoas não sabem ser elas mesmas.
    pensanso um pouco melhor, muitas vezes eu tb não ser eu mesmo 😦 fudeu!
    abração de quem te lê,
    f*

    • e o pior, é que a gente vai ficando velho e acaba esquecendo quem a gente foi.
      é um inferno, meu amigo, é um inferno…

  2. Voltou a revolta, é?

  3. “Agora todas as coisas que eu penso me parecem iguais!”

    :-S

  4. […] Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? março, 2010 4 comentários 3 […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: